Dieta 1500 kcal pdf

Please forward this dieta 1500 kcal pdf screen to 46. Indicações nutricionais específicas destinados aos lactentes durante os primeiros 4-6M.

Não é todavia obrigatório a introdução nesta idade, podendo o leite número 1 ser dado até aos 12M inclusive, desde que enriquecido com ferro. Qualitativamente sobreponíveis aos leites de transição, destinados a crianças dos 1-3 anos de vida. Oferecem relativamente ao leite de vaca algumas vantagens, nomeadamente, menor valor proteico, maior quantidade de ácidos gordos essenciais, maior quantidade de minerais como ferro e zinco e vitaminas, nomeadamente vitamina D. Risco de alergia às proteínas do leite de vaca.

Composição muito semelhante ao leite para lactentes, caracterizam-se por serem enriquecidos em bifidus e fermentos lácteos, que favorecem o crescimento das bifidobactérias na flora intestinal. Tem também a vantagem da acidificação acelerar a digestão das proteínas, aumentar a acção da pepsina e favorecer a absorção do cálcio. Não estão, no entanto, especificamente indicados no decurso das diarreias. Os leites HA são leites, que, embora as proteínas sejam hidrolisadas, contêm ainda fragmentos com dimensões suficientes para induzir reacção alérgica em crianças sensibilizadas. Alguns estudos evidenciam que os leites HA previnem alergia alimentar e doença atópica, mas não se recomendam em lactentes sem risco de atopia. Excepcionalmente algumas crianças poderão apresentar alergia a estes hidrolisados, ou mesmo intolerância a múltiplas proteínas da dieta, preconizando-se nesse caso uma fórmula contendo aminoácidos livres. O tratamento médico do refluxo inclui a utilização de fórmulas espessadas.

A composição destes leites é semelhante ao leite para lactentes e de transição, residindo a diferença na composição dos hidratos de carbono, tendo o objectivo de serem mais espessos, o que se consegue com a adição de amido de milho, amido de batata ou farinha de semente de alfarroba. Não se recomenda o seu uso em lactentes com refluxo complicado por esofagite, devido ao risco de retenção da fórmula no esófago e possibilidade de aspiração. O RNPT é caracterizado pela imaturidade das suas funções vitais e dos sistemas reguladores enzimáticos, o que o torna mais sensível as situações de carência ou sobrecarga. O perfil de crescimento é diferente do registado no RN de termo, verificando-se um crescimento de recuperação particularmente evidente nos primeiros 2-3M de vida. Na ausência do leite materno, os leites para estes lactentes devem garantir um crescimento semelhante ao observado in útero. Apresentam maior carga proteica, mais macronutrientes, nomeadamente cálcio. Indicados primordialmente em situações de défice de lactase e diarreia aguda.

Menor osmolaridade quando comparados com os leites para lactentes e de transição, mas igualmente seguros e eficazes em termos nutricionais. Aspectos práticos relacionados com alimentação com leite adaptado:  O número de refeições diárias com leite desde o nascimento ate aos 12M varia entre 6-8 de inicio até 3-4, mais tarde. Não ultrapassar os 210-240 mL por biberão. Se precisar de aconselhamento técnico ou de uma consulta médica, conte com a PT Medical.